sábado, 18 de julho de 2009

Educar é...

Recebi por mail a história que vos vou contar (um grande beijinho para a Benedita)

"Era uma vez um homem que apanhava diariamente o autocarro para o trabalho...
Após a primeira paragem, subia uma senhora que se sentava ao lado da janela...
A senhora abria a carteira e durante todo o trajecto atirava algo pela janela. Fazia sempre a mesma coisa e um dia, o homem intrigado, perguntou-lhe o que estava a atirar pela janela.
- São sememtes, respondeu-lhe a senhora.
- Sementes? Sementes de quê?
- De flores. É que olho lá para fora e está tudo vazio... Gostaria de poder viajar vendo flores durante todo o caminho. Não acha que era bonito?
- Mas as sementes caem na estrada! Os carros destroe-nas, os pássaros comem-nas... Acha que as suas sementes irão germinar em todo o caminho?
- Claro que sim. Mesmo que algumas se percam, outras irão para a terra e com o tempo crescerão.
- Mas... Demorarão a crescer, precisam de água!
- Eu faço aquilo que posso, os dias de chuva hão-de vir!
A senhora seguiu com o seu trabalho... e o homem saiu do autocarro para ir trabalhar, pensando que a senhora tinha perdido um pouco do seu juizo.
...
Uns meses depois...
...
Era uma verdadeira paisagem colorida de flores!
Lembrou-se da senhora, mas já há alguns dias que não a via.
Perguntou ao motorista:
- A senhora das sementes?
- Coitada, morreu o mês passado.
O homem sentou-se novamente e continuou a olhar para a paisagem pensando:
"As flores nasceram, mas para que serviu todo esse trabalho, se não pode ver o resultado?"
De repente, ouviu o riso de uma criança. Uma menina apontava entusiasmada para as flores...
- Olha pai! Olha tantas flores bonitas!
A senhora desta história fez o seu trabalho e deixou a sua herança a todos quantos a puderam receber, a todos os que a puderam contemplar e ser mais felizes.

Dizem que o homem desde aquele dia, fez a viagem de casa para o trabalho com um saco de sementes...

Educar é ajudar a descobrir caminhos..."

Obrigada a quem me enviou este mail...

1 comentário:

Joana disse...

"Educar é ajudar a descobrir caminhos..." Adorei! :)

Beijocas